terça-feira, 25 de abril de 2017

Cartas para Julieta - 1

Olá a todos,
Hoje venho com uma nova rubrica para o blog. Esta rubrica é para funcionar como uma espécie de espaço criativo ou diário em que irei escrever em formato de cartas.
Espero que gostem!





1ªCarta

Olá Julieta,


Não sei bem se isto vai resultar mas espero que sim. Gosto de pensar que vais ser aquele tipo de amiga a quem posso contar tudo e que não me irá julgar. Não quer dizer que não tenha amigos assim mas a verdade às vezes não me consigo expressar, porque falar dos nossos medos custa e custa também ser chata e chatear os outros com os meus problemas.

Eu podia fazer um relato de como a minha vida correu bem neste anos mas a verdade é que não consigo parar de olhar para o passado e ver que todos os meus planos falharam.

Sabes eu sou o género de pessoa, ou melhor eu era o género de pessoa que fazia planos, tinha a minha vida toda planeada na minha cabeça, era determinada... Sei lá, era uma pessoa que tudo lhe corria bem, ou quase tudo pode- se dizer que a minha vida amorosa nunca foi das melhores mas também isso nunca me afectou.

Mentira! Nunca me afetou até ter conhecido uma pessoa que agora nenhuma importância tem a não ser a mítica frase: “O primeiro amor nunca se esquece”. Acho que nunca o vou esquecer por isso, mas engraçado que o mais lembro dele, não é o amor em si mas sim o fim do relacionamento, o quanto doeu.

Acho que vivia num conto de fadas, tinha encontrado o homem ideal, fazia de tudo para estar perfeita, para estar bonita e era feliz assim. Que tonta! O amor é tudo menos ilusões e sobre estar perfeita. Se me perguntarem qual o segredo do amor a resposta é clichê mas é a mais pura das verdades: é seres tu mesma. Não precisas de ter os mesmos gostos musicais, gostar das mesmas coisas, precisas é de ser tu gostar do que a outra pessoa é e pronto é assim simples.

Nós humanos é que temos tendência a complicar as coisas, a fazer planos, a ter regras e a vida é tudo menos regras e planos.

A vida é instável, num momento somos Reis e no outro não somos ninguém. E não há mal nenhum em ser assim, precisamos disso para sermos melhores pessoas.

Ainda me dói ter fracassado em tanta coisa na minha vida mas aos poucos sinto que estou a renascer agora sem grandes planos mas com sonhos.

Nunca fui sonhadora, sempre tive dificuldade em responder qual era o meu grande sonho e mesmo agora confesso não tenho um grande sonho, tenho sonhos e irei lutar por eles custe o que custar.

Com amor,

Denis


segunda-feira, 24 de abril de 2017

Daquelas séries que marcam!

Olá a todos,
Sei que já não apareço por cá há algum tempo. Desde a última vez que apareci por cá muita coisa mudou na minha vida mas isso conto em outra altura.
Eu sou literalmente viciada em séries e filmes. Nunca me canso de assistir a um bom filme ou série.
Em relação a esta série penso que a maioria das pessoas já conhece até porque toda a gente anda a falar nela!
Confesso que não sou muito de ir por modas no que toca a séries, costumo procurar séries que se enquadra nos meus gostos. Admito que gosto mais de ver séries fictícias do que propriamente séries dramáticas.
A série que vos venho falar hoje é a Por treze razões ou 13 reasons why.
A série trata acima de tudo o problema do Bullying. Apesar de haver situações que na minha opinião são muito americanas, como o caso dos populares versus nerds. A verdade é que o bullying é um daqueles problemas que passo ao lado de muita gente, dos pais, dos professores ou até dos próprios alunos.
Vivemos ainda numa sociedade que mantém aquela ideia de cada um por si, em que podemos até ver certas agressões e fingir que não é nada conosco.
Esta série serve como um lembrete de como devemos nos preocupar uns com os outros. Como devemos sermos mais humanos e menos egoístas. 
O bullying e principalmente o ciberbullying é um problema cada vez mais atual na nossa sociedade e mais desvastador porque se há uns anos uma vítima de bullying sofria na escola e tinha o seu refúgio em casa, atualmente à distância de um clique pode ser agredida vezes e vezes sem conta.
Nesta série também retratam a descriminação que as jovens adolescentes sofrem por terem muitos namorados ou por serem "demasiado fáceis".
Aconselho toda a gente a ver esta série e aprender alguma coisa com ela!

Resumo da série:
"Relata a história do adolescente Clay Jensen que um dia ao regressar a casa depois das aulas encontra à sua porta uma misteriosa caixa com o seu nome.
Nessa caixa estão diversas cassetes gravadas por Hannah Baker, uma colega de escola por quem se sentia atraído, que se suicidou duas semanas antes. Nos testemunhos que gravou nas cassetes, Hannah explica as treze razões pelas quais ela decidiu por termo à vida. Será que Clay é um desses motivos? Ao ouvir as cassetes, ele irá descobrir porque foi incluído na lista."
Excerto retirado daqui.


Denis

sábado, 11 de março de 2017

Porque o dia da mulher é todos os dias!

Olá a todos,
Não consegui vir aqui no dia da mulher para desejar a todas um ótimo dia mas também acredito que o dia 8 é apenas uma marca para lembrar que todos os dias há mulheres a sofreram discriminação em todos os países do mundo, em uns mais que outros, por isso acho que qualquer dia é bom para lembrar que devemos sempre lutar pelos nossos direitos enquanto mulheres e não julgar e depreciar a mulher por certas atitudes. 
Digo isto, porque ouço muitas vezes a típica frase: "Fica mal ela fazer isto ou aquilo por ser mulher." E isto está, errado não há atitudes mais e menos dignas por sermos mulheres, há sim atitudes mais e menos dignas por sermos pessoas! 
O dia da mulher ao contrário do que muitos homens pensam não serve para nos acharmos mais que eles mas sim para mostrar que somos iguais a eles e tanto homens e mulheres devem lutar todos os dias por termos condições iguais tanto a nível económico e social.
Penso que é importante as pessoas terem consciência da importância deste dia, pois diariamente há mulheres a serem vítimas das maiores atrocidades só porque nasceram mulheres e são por isso vistas como mais fracas, incapazes e sem capacidade de ter autonomia e direitos.

Beijinhos, 
Denis

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Indignação

Sobre o outro post em relação aquele Professor que nunca mais lançava. Acabou por lançar a menos de 48 horas do exame de recurso e para piorar deu as notas conforme as caras. Escusado será dizer que como sou calada e raramente falo ele não tem ideia de quem eu sou e qual o meu nome e acabou por me reprovar... Custou-me mesmo muito ver aquela nega quando sei perfeitamente que se ele tivesse realmente corrigido o exame eu tinha passado e depois tem pessoas que passam com boas notas só porque lhe deram graxa... Tive assim um final de 1 semestre amargo e nem sei se irei ficar com esta cadeira por fazer, pois porque agora só devo saber as notas lá para Abril com a coisa a correr bem...
Beijinhos,
Denis

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Momentos em que desejava ser rica...

Aquele momento em que te apaixonas por um relógio e não paras de pensar nele, de como ele ia ficar tão bem no teu pulso... Mas depois recordas - te que tens menos de 20 euros na tua conta bancária e que há outras prioridades na vida...

Mas digam lá se não é lindo!? 


Imagem retirada do site da marca Mark Maddox

Muitos Beijinhos,
Denis

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Quando os professores não sabem a quantas andam...

Olá a todos,
Para quem anda na faculdade toda a gente sabe que o mês de Fevereiro é o mês que sinaliza o fim do 1º semestre e o início do 2º semestre.
É o mês em que damos o litro para evitar ir a recurso a qualquer disciplina ou caso não consigamos damos tudo por tudo para passar no recurso o exame final. Pois, bem a situação aqui é que tenho um professor que não se apercebeu disso e ainda não lançou as notas dos dois testes que fizemos, o 1º no mês de Dezembro e o 2º no mês de Janeiro... o sr. Professor ainda não percebeu que o calendário marca dia 17 de Fevereiro o exame de recurso a esta disciplina e que sem notas não sabemos se temos de estudar ou não...
Juro que ando a desesperar com isto!!!

Imagem retirada do WeHeartIt

Muitos Beijinhos,

Denis

domingo, 29 de janeiro de 2017

Opiniões sobre os livros que leio!

Olá a todos,
Como podem ver no lado direito do blogue aparece uma caixinha onde diz leitura atual. Sempre que começar a ler um novo livro irei publicar uma foto do livro que estou a ler e no final da leitura irei pôr aqui a minha opinião sobre o livro.
O livro atual que estou a ler, penso ser um livro muito conhecido, visto que corri montes de livrarias à procura dele e estava sempre esgotado!!!

Título da obra: A crónica de gelo e fogo - A guerra dos tronos
                        Livro I
Autor: George R. R. Martin

Resumo:
Quando Eddard Stark, lorde de Winterfell, recebe a visita do rei Robert está longe de adivinhar que a sua vida e a da sua família vai entrar numa espiral de conspiração e morte. Durante a estadia, o rei convida - o a mudar - se para a corte e a assumir a posição de Mão do Rei. Este aceita pois desconfia que o anterior detentor desse título foi envenenado pela própria rainha, uma cruel manipuladora do clã Lannister. Perto do rei, Eddard tem a esperança de o proteger da soberana, mas ter os Lannister como inimigos é fatal: a ambição deles não tem limites e o rei corre um perigo muito maior do que Eddard temia! Sozinho na corte, o lorde de Winterfell apercebe - se que também a sua vida nada vale. E até a sua família, longe no norte, pode estar em perigo.
Uma galeria de personagens brilhantes dá vida a esta saga: o anão Tyrion, ovelha negra do clã Lannister; Jon Snow, bastardo de Eddard Stark que decide juntar - se à patrulha da noite, e a princesa Daenerys Targaryen, da dinastia que reinou antes de Robert, que pretende ressuscitar os dragões do passado para recuperar o trono, custe o que custar.

                                                       (Imagem retirada do site da Fnac)

Estou mesmo a acabar de terminar de ler este livro. Sei que a maior parte das pessoas já leu ou simplesmente já viu a série inspirada nestes livros, contudo, eu desde o início da série que parei de a ver pois queria ler os livros primeiros, contudo só agora é que consegui receber no natal os primeiros dois livros e escusado será dizer que estou a ver a série toda, porque comprar 8 livros custa muito!
À primeira impressão, a escrita deste autor surpreendeu - me muito, achei que o livro até pudesse ser enfadonho mas não simplesmente adoro a maneira como o autor escreve e todo o mistério e história complexa deste livro! 
Quando terminar de ler irei dar uma opinião mais bem formada.

Muitos Beijinhos,
Denis

sábado, 28 de janeiro de 2017

Olá!

Olá a todos,

Eu sou a Denis e já não sou nova por aqui nos blogues já tive vários e apenas dois tiveram assim algum sucesso... de uns tempos para cá tenho tentado manter um blogue atualizado mas acabo sempre por desistir ou por falta de tempo ou por falta de vontade de escrever. 
No início deste novo ano, prometi a mim mesma que ia ser diferente, e aqui estou eu a iniciar um blogue do zero com muitas ideias e muita coisa para partilhar convosco.
Este blogue será semi - anónimo, visto não querer partilhar aqui informação muito pessoal mas também não quero um blogue destinado a um só temo, aqui irei falar da minha vida, das coisas que gosto e não gosto e talvez alguns desabafos quando for preciso.

Espero mesmo que gostem...

Muitos Beijinhos, 

Denis

O que ando a ler:

Seguidores


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com

Blogs Portugal